Search

Sobre a Escrita Vivida

Updated: Jun 4, 2021


Rio Jacui, Charqueadas - RS - Brazil

Filho do filho

Fulano do ciclano

Apenas outro ser humano

Nunca parado sempre caminhando

Pouco a pouco a vida desbravando

Medo faz parte mas a coragem cura ferida

Tão poucos acreditam

Mas nas palavras de amor os crentes levitam

Cego ou surdo

Forte grita o mudo

Silêncio ensina

Alma vazia tão pouco veria

A se não fosse por isso

Aquilo seria possível

Mas se aquilo se torna impossível

O por isso é o culpado

Fotos do mesmo quadro

O ser humano quadrado

Tão pouco necessita

Mas com pouca fome já grita

Liberdade é a guita

Musica é a fita

O irmão ama o irmão

Confiança antes da razão

Sangue do sangue

Olho por olho

Unidos até o fim

Os pais disseram assim

Vítima sempre sera vítima

Liberdade é responsabilidade

A vivência não vê idade

A criança adulta

Sabe mais que o adulto criança

Pelo menos sobre o valor da “Confiança”

Filho não espera por herança

Com as próprias mãos faz mudança

Engraçado um dia criança outro esperança

Na derrota ou na glória nunca pratique vingança

Há...mas eu prefiro sempre ser criança

Tão pouco sabia que as rugas um dia aparecer iria

Ilusoēs medrosas do ego

Visão quem tem é o cego

Coração é o olho que vê tudo

Sem medo do futuro

Talvez eu consiga

Talvez eu não consiga

O medo

Maldita rapariga

Tarde da noite ja é

E eu escrevo com fé

Na palavra eu acredito

Verdade faz bonito

Pecadores todos somos

Dos erros somos autonômos

Só assim a história vê fim

Ja escrevi demais

Pra cama durmir e achar a paz

Pois o meu ta pago

Mais uma bicada no trago

Pra encurtar o diálogo

Tem que viver pra aprender

Aluno da vida pra semprei serei

Um castelo sem Rei.


44 navy st

12:29 am

Lion Harp

22 views0 comments

Recent Posts

See All